Empresa do interior paulista libera colaboradores pela valorização do futebol feminino

Rodobens encurta o expediente para impulsionar a torcida à seleção feminina, da mesma forma que apoiou o time masculino no mundial do ano passado.

A ação veio para somar a vontade de torcer com a oportunidade ideal para isso.

São José do Rio Preto, SP, 04/06/2019 –

A Copa do Mundo de Futebol Feminino, organizada pela Federação Internacional de Futebol (FIFA), começa oficialmente no dia 7 de junho. Tanto na primeira fase quanto nas demais, as disputas devem acontecer durante horário comercial. Com o propósito de proporcionar a mesma relevância concedida à Copa do Mundo de Futebol Masculino, a Rodobens realiza a campanha “Aqui batemos a mesma bola” liberando os colaboradores nos horários de transmissão dos jogos da seleção brasileira.

De acordo com a CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), as empresas não são obrigadas a dispensar funcionários no horário de jogos, independentemente da categoria. Porém, a prática de licença se tornou comum apenas nos jogos de futebol de atletas masculinos. “Com esta iniciativa, a Rodobens assume o compromisso de apoiar a causa de igualdade de gênero. Compreendemos que o esporte é capaz de promover qualidade de vida, inclusão social, cidadania e desenvolvimento humano. Temos absoluta certeza de que nossos colaboradores já entrariam nessa torcida, mesmo sem a campanha. A ação veio para somar a vontade de torcer com a oportunidade ideal para isso”, explica Ricardo Nazario, superintendente de Gente & Gestão da Rodobens.

No caso das concessionárias, que não conseguem interromper suas atividades, funcionarão em sistema de plantão com suas equipes. Para não perder as partidas, uma estrutura será montada nessas unidades comerciais para que colaboradores e clientes possam torcer juntos ao longo do campeonato. Outras áreas que trabalham no sistema de plantão também poderão aproveitar os jogos no ambiente corporativo que contará com televisores e decoração temática. Além disso, nos dias dos confrontos contra a seleção brasileira, todos serão incentivados a vestirem as cores da nossa bandeira.

Historicamente, as mulheres já passaram por diversos conflitos, como quando o futebol feminino foi proibido pela lei brasileira ou na época que usavam uniformes que sobravam do time masculino. “Pela primeira vez, o Mundial feminino será transmitido por uma rede de televisão aberta, e a companhia está engajada para que o clima seja o mesmo da Copa do Mundo da Rússia. Esperamos que, com passar dos anos, não aconteça a diferença de tratamento que estamos acostumados a ver entre as duas equipes”, finaliza o executivo.

 

Sobre a Rodobens

Com sete unidades comerciais no segmento financeiro e de varejo automotivo – Banco, Consórcio, Corretora de Seguros, Leasing & Locação, Automóveis, Veículos Comerciais e Seminovos – a Rodobens é uma empresa de São José do Rio Preto (SP), com atuação nacional e faturamento anual de R$ 3,8 bilhões.

Website: http://www.rodobens.com.br

Entre em contato: