Acordo amigável diminui inadimplência em condomínios

Campinas, São Paulo 6/5/2013 – Isso foi o grande incentivar no aumento da inadimplência nos condomínios, pois hoje o condômino/devedor prioriza pagar primeiro o cartão crédito, o cheque especial e outros, deixando por último à taxa condominial, o que vem a acarretar transtornos para o c

Cobrança eficaz evitando vias judiciais é o mais indicado para resolução de pendências financeiras

A inadimplência em condomínios está cada vez mais recorrente nos dias de hoje e traz grandes problemas para a administração do prédio que possui uma série de obrigações a serem cumpridas. Água, energia e gás, pagamentos de funcionários, encargos trabalhistas e ocasionais contratos de manutenção são algumas das contas que precisam ser pagas, e quem acaba sendo prejudicado são outros condôminos.

Um dos fatores que podem ter contribuido para isso é a reforma de 2002 do Código Civil, onde a multa que era de 20% passou a 2%. “Isso foi o grande incentivar no aumento da inadimplência nos condomínios, pois hoje o condômino/devedor prioriza pagar primeiro o cartão crédito, o cheque especial e outros, deixando por último à taxa condominial, o que vem a acarretar transtornos para o condomínio manter em dia suas contas”, afirma Luís Carlos do Prado, advogado da empresa Pontual Cobrança, com sede em Campinas e São Paulo.

Como lidar com o problema

A orientação é que a cobrança judicial seja utilizada como último recurso. Os acordos amigáveis são a forma mais indicada, porém em muitos casos isso é ineficiente. Outra maneira de trazer resultados e que costuma evitar o desgaste na relação entre inadimplente, moradores e síndico, é a contratação de uma empresa terceirizada para cuidar da cobrança, como é o caso da Pontual. “Ela terá pessoas que passam o dia, a semana, o mês fazendo só uma coisa, cobrando os inadimplentes, em principio extrajudicialmente e judicialmente, o que lhe vai proporcionar uma redução significativa em sua inadimplência, e como consequência o equilíbrio de suas contas”, ressalta Prado.

Já moradores em atraso com suas taxas condominiais, o advogado aconselha a procurar fazer um acordo amigável com o condomínio, informando suas dificuldades e tentando fazer um parcelamento de seus atrasados, para que isso não se acumule e faça com que ele venha a perder seu imóvel.

Tags: Inadimplência, cobrança, condomínio, pagamento, acordos, Pontual Cobrança

Sobre a Pontual Cobrança:
Especializada na área de cobrança de taxas condominiais, a Pontual Cobrança atua na regularização do fluxo de caixa com a cobrança, não tendo nenhuma interferência na forma de gestão do condomínio, nem custo algum para o condomínio e/ou administradora. Os encargos são cobrados do condômino inadimplente.

http://www.pontualcobranca.com

Assessoria de imprensa:
ELDEVIK | Agência de Comunicação
Campinas • São Paulo • Brasil
19 3384.9336 | nx: 19 7817.4592 id: 14*579465
www.eldevik.com.br
Andressa Leite
atendimento1@eldevik.com.br | 19 9345.3913
Edvania Eldevik – Diretora estratégica
diretoria@eldevik.com.br | nx: 19 7805.7409 id: 84*80808

Web Site: