Forest Devices Anuncia Resultados Positivos de Estudo para sua Tecnologia de Detecção de AVC

PITTSBURGH 26/2/2021 –

A Forest Devices, Inc. (FDI), pioneira em tecnologia médica, anunciou hoje a publicação de resultados positivos do estudo EDGAR de sua tecnologia AlphaStroke™ na identificação de pacientes com AVC oclusivo de grandes vasos (LVO) em departamentos de emergência no Jornal da Associação Americana do Coração, AVC. LVOs são o tipo de acidente vascular cerebral isquêmico que requer uma trombectomia intervencionista, disponível apenas em hospitais altamente especializados, e cada minuto de atraso no tratamento aumenta o risco de morte e invalidez permanente.

O estudo demostrou que, comparado com exames clínicos atualmente empregados por médicos no campo para tomar decisões de triagem, a AlphaStroke foi 28% a 40% superior na identificação correta de pacientes com LVO, e tão satisfatório quanto os exames clínicos, ao descartar corretamente pacientes com diagnósticos não-LVO.

“Os resultados do estudo EDGAR são um marco no esforço mundial de melhorar a identificação preliminar de pacientes com necessidade de trombectomia”, disse Matt Kesinger, Diretor Executivo da FDI. “Como ex-paramédico de emergência em ambulâncias, experimentei o desafio de identificar corretamente pacientes com AVC com apenas algumas itens de exame clínico. O estudo EDGAR é o primeiro estudo, no qual uma tecnologia portátil, concebida especificamente para identificação de LVO, demonstrou superar os exames clínicos atualmente aplicados por EMTs em todo o mundo.”

“O estudo EDGAR demostra que a AlphaStroke™ tem o potencial de aprimorar drasticamente a detecção de AVC com oclusão de grandes vasos no ambiente pré-hospitalar”, disse a Dra. Paulina Sergot, principal autora do estudo e médica de Medicina de Emergência do hospital Memorial Hermann em Houston, Texas, um dos hospitais participantes do estudo EDGAR.

“Esta tecnologia irá mudar o jogo no ambiente pré-hospitalar”, disse o autor sênior do estudo, Dr. Frank Peacock, Vice-Presidente de Pesquisa de Medicina de Emergência do Baylor College of Medicine. “Fácil, rápido e mais preciso do que a impressão clínica para o diagnóstico de LVO, o uso da AlphaStroke™ em ambulâncias significa que mais vítimas de AVC darão entrada ao hospital correto o mais rápido possível. Tempo é razão, sendo o tratamento rápido o único fator que pode prevenir a morte ou invalidez permanente por AVC.”

A plataforma de diagnóstico da FDI, AlphaStroke, é concebida para dar suporte aos profissionais de saúde pré-hospitalares na identificação de AVC.

A Forest Devices, Inc. é uma empresa de aparelhos médicos com sede em Pittsburgh, Pensilvânia e Calgary, Alberta, que desenvolveu a AlphaStroke, a primeira tecnologia pré-hospitalar de detecção de AVC. A empresa se esforça para reduzir a incapacidade funcional devido ao AVC, eliminando atrasos no tratamento deste mal.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Contato:

Carmelo R. Montalvo

412.404.3769

pr@forestdevices.com

Fonte: BUSINESS WIRE

Web Site: