Mais Delivery aposta na migração do comércio eletrônico para o smartphone e entra no mercado como a evolução em aplicativos.

Brasil todo 4/7/2013 – Os diferenciais do Mais Delivery são a personalização do aplicativo, o que faz com que ele não seja exposto à concorrência em um portal e a autonomia dada ao comerciante para operar as ferramentas de fidelização e ações de marketing disponíveis.

Mais Delivery, o novo aplicativo de smartphones e tablets
para serviços de entrega de refeições que não expõe o cliente à concorrência.

O aplicativo para smartphones desenvolvido pela empresa Big Tangerina Marketing chega ao mercado como ferramenta da tecnologia da informação de baixo custo que irá agilizar, otimizar e fidelizar o consumidor final ao negócio de entregas do cliente.

Mais Delivery será um aliado do telefone para o qual o consumidor liga para pedir pizza ou outro tipo de refeição. Com o tempo pretende substituí-lo, já que nunca “dá ocupado”. Autoexplicativo, pode ser usado com eficácia por pessoas que saibam operar smartphones e tablets (Ipad).

A diferença
O diferencial em relação aos outros aplicativos oferecidos atualmente no mercado é que Mais Delivery não expõe o cliente à concorrência como alguns portais, além de lhe oferecer ferramentas de fidelização. Enquanto outras empresas disponibilizam em sua abertura uma lista de restaurantes que operam com o seu aplicativo o Mais Delivery nem aparece. Opera como prestador de serviços e depois de criar o aplicativo com o nome e design do restaurante, cede a licença de uso a este, que o oferece aos clientes já cadastrados e aos futuros, como se fosse um número de telefone.

Sobre clientes e custos
Mais Delivery já tem como clientes Via Castelli Restaurante, do grupo América, Pizzaria Veloso, Per Te Amore Pizzas, Babbo Giovanni e La Buona Pizza. A empresa Big Tangerina encontra-se em negociações adiantadas com mais de 30 restaurantes.
Sob os contratos de adesão Super, Master e Premium que têm custos de R$890 a R$3 mil e mensalidades de R$150 a R$400, Mais Delivery faz a customização do aplicativo para o estabelecimento, visualiza a localização GPS, insere canais de pagamento on line, disponibiliza sistema de reservas, possibilita envio de push notification como canal de comunicação direta com o usuário e compartilhamento de comentários em redes sociais, além de fazer a atualização tecnológica constante do aplicativo.

Sobre ferramentas disponíveis
Todas as ferramentas são de fácil utilização e totalmente liberadas para o comerciante operá-las. Ele poderá inserir seu próprio cardápio e alterá-lo no momento em que necessitar, sem ter que enviar os dados e aguardar que a área técnica que montou o aplicativo faça-o. Um exemplo desta flexibilização seria retirar um prato de frutos do mar sempre disponível no menu porque um ingrediente indispensável como camarão ou salmão, hipoteticamente, não foram entregues naquele dia. Isso evitaria o tempo gasto com pedidos que, excepcionalmente, não poderiam ser atendidos. Normalizado o recebimento do ingrediente, o próprio comerciante poderá reinserir o prato, sem ajuda, no cardápio.

A ferramenta push notification permite que o consumidor cadastrado receba no smartphone dele mensagens de promoções relâmpago em dias de pouco movimento. Essas mensagens via rede agilizam ações de marketing frequentes como oferecer pizzas promocionais às segundas-feiras, quando o movimento de pedidos despenca na maioria das pizzarias. Ações de fidelização, como cupons de desconto, que implicariam normalmente em despesas com impressão gráfica e desperdício de papel, também ficam disponíveis sem qualquer gasto adicional para o empresário, assim como o histórico de pedidos e pagamentos do consumidor.

Sobre o mercado
O m-commerce cresceu de 5% para 10% últimos dois anos. A previsão da Câmara Brasileira do Comércio Eletrônico é de que o crescimento do e-commerce em geral atinja 25% em relação a 2012, impulsionado pelo aumento na venda de smartphones e tablets. “Acreditamos em crescimento de mais de 30% do comércio eletrônico em smartphones e tablets no Brasil, incluindo a atuação de nosso aplicativo neste mercado”, afirma Alexandre Carasso, sócio proprietário da Big Tangerina Marketing e Eventos, empresa que desenvolveu o Mais Delivery.

Os aparelhos celulares deixaram de ser somente instrumento de comunicação e hoje são plataformas de entretenimento e consumo. Segundo dados da Associação Brasileira de Telecomunicações o Brasil tem um público de 64 milhões de internautas. Desse total 27%, mais de 50 milhões de pessoas, possui smartphone e está apto a operar aplicativos. A tendência é que em poucos anos a maioria dos brasileiros os utilize. O incremento da mobilidade proporcionada por estes aparelhos, que hoje em sua maioria ainda são 3G e que devem migrar nos próximos anos para a rede 4G, tem ampliado a demanda por aplicativos sofisticados e de fácil utilização para as mais diversas atividades diárias. Muitas empresas identificaram esta oportunidade e já propõem soluções criativas aos consumidores. Uma delas é a Big Tangerina, que entra no mercado com o Mais Delivery, aplicativo desenvolvido para otimizar diferentes negócios de entrega e simultaneamente auxiliar as empresas a fidelizar consumidores cadastrados.
A Big Tangerina entra no mercado graças a um investimento de R$ 350 mil no desenvolvimento e sistema de gestão em um framework, ou seja, um formato pré-determinado a ser preenchido de acordo com as especificidades de cada restaurante, com logotipo e linguagem próprios, pagando apenas pela adequação da página e a licença de uso do aplicativo personalizado. Com isso, os empresários, em um primeiro momento de restaurantes deliveries, rapidamente e a um custo acessível, podem prestar serviços mais qualificados e ágeis aos seus clientes. “O fato de oferecermos um aplicativo pronto e moldável a cada cliente agiliza o processo e reduz os custos para eles”, afirma Carasso, que prevê o retorno do capital investido no Mais Delivery em dois anos, se atingida a meta de cinco mil clientes-alvo do ramo de alimentação.
Em um primeiro momento, o Mais Delivery está sendo oferecido apenas no mercado do Estado de São Paulo. A expansão para outros Estados e ramos de atividade, como lavanderias, floriculturas, pet shops e outros, se dará ao longo deste prazo.

Big Tangerina é uma empresa de Marketing e Tecnologia, de capital totalmente nacional, fundada em 2011. Tem sede em São Paulo e é composta por três sócios das áreas complementares de Marketing, Tecnologia da Informação e Administração de Empresas.

Informações e agendamento de entrevistas entrar em contato com TCG Assessoria de Imprensa
Jornalista Telma Costa – MTB 39845/SP – telma_costa@terra.com.br – (11) 9 9947 3913

Web Site: