ALMACO promoverá quatro cursos práticos sobre compósitos em março

São Paulo, SP 27/2/2020 –

Março será um mês excelente para quem deseja aprender a fabricar peças de compósitos, um tipo de plástico de alta performance que combina resinas e fibras – em regra, de vidro. Entre os dias 17 e 20, a Associação Latino-Americana de Materiais Compósitos (ALMACO) promoverá quatro cursos práticos na sede do Centro Tecnológico de Compósitos (CETECOM), estrutura que mantém na Cidade Universitária (São Paulo, SP) em parceria com o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).

“Abordaremos desde as tecnologias de processamento mais básicas, ideais para quem está começando a trabalhar com os compósitos, até os processos mais sofisticados e de média e alta tiragens”, resume Erika Bernardino Aprá, presidente da ALMACO.

A semana começará com o treinamento “Introdução aos Compósitos Poliméricos”. Na sequência, os temas em foco serão “Laminação Manual” e “RTM e RTM Light”. Por último, “Saco de Vácuo, Infusão e Moldagem com Pele Flexível (MPF)”. Waldomiro Moreira e Luiz Boloni, dois dos maiores especialistas brasileiros em compósitos, serão os instrutores dos cursos.

“O aluno poderá optar por fazer todos os módulos ou apenas um, lembrando que a ALMACO fornece um certificado de conclusão ao final das atividades”, ressalta Erika.

Com 8 horas de duração cada, os cursos de março da ALMACO custam a partir de R$ 240,00 e têm preços diferenciados para associados da entidade. As inscrições podem ser feitas pelo e-mail marketing@almaco.org.br.

Sobre a ALMACO
Fundada em 1981, a ALMACO tem como missão representar, promover e fortalecer o desenvolvimento sustentável do mercado de compósitos. Com administração central no Brasil e sedes regionais no Chile, Argentina e Colômbia, a ALMACO tem cerca de 400 associados (empresas, entidades e estudantes) e mantém, em conjunto com o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), o Centro de Tecnologia em Compósitos (CETECOM), o maior do gênero na América Latina.

Resultantes da combinação entre polímeros e reforços – por exemplo, fibras de vidro -, os compósitos são conhecidos pelos elevados índices de resistência mecânica e química, associados à liberdade de design. Há mais de 50 mil aplicações catalogadas em todo o mundo, de caixas d’água, tubos e pás eólicas a peças de barcos, ônibus, trens e aviões.

Website: http://www.almaco.org.br

Web Site: